Main Menu

Novidades

 

Curso de Leitura e Autoconhecimento pelo Tarot

 

Inscrições abertas nova turma

JANEIRO/2018

 

PRÉ INSCRIÇÃO

POUQUISSIMAS

VAGAS

 

Horário: das 18:30 as 20:30
uma vez por semana

(sextas feiras)
duração: 24 semanas

 

----------------

Curso de Automaquiagem

 

Inscrições abertas nova turma 

 

 


  Tarde:       das 14 às 18h
(quatro horas de aula)

--------------------------------

 

Curso Livre  de Massagem Ayurveda

(Abhyanga e Shirodhara)

 

 

Inscrições abertas nova turma

 

JANEIRO/2018


Horário: das 19:00 as 22:00h

Terças feiras 

duração: 30 horas

 

 

 

----------------

 

   

 

 



 

 
 
 

 

Agulhas no rosto

A palavra acupuntura deriva do latim acum, que significa agulha, e punctum, que significa picada ou punção.

Em japonês a acupuntura é denominada de Shin-Kyu e em chinês de Zhen-Jiu. Em ambos os idiomas, esses dois termos significam literalmente agulha e moxa, e não apenas agulha como geralmente é traduzido por aqui.

A acupuntura tem sido visto em nossa civilização apenas como recurso terapêutico eficaz no tratamento da dor. Mas não é só isso.

É possível, por meio dela, tratar curar diversas doenças dos sistemas musculoesquelético, respiratório, neurológico e digestório, além de auxiliar no tratamento da obesidade, da depressão e do estresse e também de algumas afecções dermatológicas. 

Em 2002, a Organização Mundial de Saúde (OMS) editou uma lista com 41 doenças que apresentaram excelentes resultados com o tratamento de acupuntura (esses dados reportam até 1999). Após vinte e cinco anos de pesquisas em renomadas instituições do mundo, a OMS publicou o documento Acupuncture: Review and analysis of reports on controlled clinical trials, no qual expõe os resultados destas pesquisas. Neste documento foi analisada a eficácia da acupuntura em comparação com o tratamento convencional para 147 doenças, sintomas e condições de saúde.

Segue, como exemplo, um pequeno quadro-resumo desse documento (a lista é mais extensa):

Doenças musculares

Distensão  muscular

Alivio da dor e desaparecimento dos sintomas em 82% dos casos

Dor cervical

Eficácia em 67% dos casos

Pescoço rígido     cura obtida em 80% dos casos após 1 sessão

Espondilose cervical

Melhora  significativa

Dor aguda na coluna

Melhora  imediata da dor

Aumento significativo na flexão-extensão das costas

Ganho  na condição de manter o corpo ereto

Dor lombar

Eficácia em 72% dos casos (superior à medicação convencional)

Ciática  

Acupuntura distal com agulha superficial: eficácia em 72% dos casos

Acupuntura  local com agulha profunda: eficácia em 96% dos casos

inflamação no tórax e costelas

Cura obtida em 65% dos casos

Dor  no joelho

eletro-acupuntura: alivio completo da dor em 65% dos casos

“cotovelo de tenista”

Eficácia em 62% dos casos

Alívio da dor em 80% após a 1 sessão

Periartrite  no ombro

Cura obtida em 66% dos casos

Fibromialgia        

Melhora significativa

Fascite  na planta do pé    

Melhora significativa

Osteoartrite

Eficácia em 61% dos casos (superior à medicação convencional)

Artrite reumatóide

Acupuntura : alívio da dor e melhora dos sintomas gerais em 65% dos casos

Eletro-acupuntura:

Alívio da dor em 90% dos casos

Gota / artrite         

Melhora em 100% dos casos

Redução do ácido úrico similar à medicação convencional

Doenças do coração

Hipertensão

Eficácia  similar à medicação convencional, mas sem efeitos colaterais

Hipotensão

A pressão foi normalizada em 95% dos casos

Doença  coronariana e angina

Melhora dos sintomas 85% dos casos

Melhora na dor em 74% dos casos

Melhora no eletrocardiograma em 69% dos casos

Doença  cárdio-pulmonar crônica

Eficácia  em 90% dos casos

Neurose  cardíaca

Eficácia  superior à medicação convencional

Doenças das vias respiratórias

Gripe  comum

Melhora  razoável

Dor de garganta

Melhora em 90% dos casos

Amidalite

Alívio significativo da dor e da febre

Rinite  alérgica

Eficácia em 97% dos casos (superior e mais duradoura que a medicação convencional)

Bronquite  aguda

Melhora significativa

Asma

Efeito antiasmático em 93% dos casos
maior ventilação pulmonar em 68% dos casos

Doença  pulmonar obstrutiva crônica

Melhora significativa após 3 semanas

 

 

Cadastro